Anuncio
Sertanejo de luto

Marília Mendonça cantou sofrência empoderada com voz marcante. Relembre carreira

A cantora que morreu, aos 26 anos, nesta sexta (5), em um acidente aéreo em Minas Gerais.

05/11/2021 19h19Atualizado há 3 semanas
Por: Edição Paula Andréas
Fonte: G1
105
Foto Divulgação
Foto Divulgação

Marília Mendonça virou ícone do feminejo em 2016, com hits como “Infiel” e “Eu sei de cor”. Antes, ela já era compositora de sucessos do sertanejo.

A chegada da cantora ao mercado aconteceu no mesmo momento de outras duplas femininas, como Maiara & Maraisa e Simone & Simaria.

As letras empoderadas e de sofrência marcaram a carreira da cantora que morreu, aos 26 anos, nesta sexta (5), em um acidente aéreo em Minas Gerais.

Ela deixa um filho, Léo, que completa dois anos em dezembro.

O último álbum que a cantora lançou foi "Patroas 35%", em parceria com a dupla Maiara e Maraisa. O trio comemorava a indicação ao Grammy Latino deste ano. 

Marília Dias Mendonça nasceu em Cristianópolis (GO) em 22 de julho de 1995. O primeiro EP, que leva seu nome, foi lançado em 2014, e já tinha músicas como "Alô Porteiro" e "Sentimento Louco".

Foi com o álbum de estreia, "Marília Mendonça", de 2016, que a cantora conseguiu projeção nacional com "Infiel".

O feminejo foi a tendência mais forte na música pop brasileira daquele ano e isso se refletiu nas paradas de sucesso. Tanto que o clipe da música sobre traição bateu mais 1 bilhão de visualizações.

"Folgado", "Saudade do Meu Ex" e "Eu sei de Cor" são outras faixas do álbum e rapidamente viraram hits também.

 

G1

Luzilândia - PI
Atualizado às 19h40
27°
Pancada de chuva Máxima: 34° - Mínima: 25°
28°

Sensação

22.9 km/h

Vento

58.1%

Umidade

Fonte: Climatempo
Ouvidoria da PML
Municípios
Sabóia Clínica Popular
Últimas notícias
Kuriça Construções
Ortoface
Mais lidas
Anúncio