Anuncio
Jornalista Cultural

Jornalista Artur Xexéo, referência na cobertura cultural, morre aos 69 anos

A causa da morte foi um linfoma, segundo o jornal O Globo, onde ele era colunista e exerceu, entre outras funções, a de editor do Segundo Caderno.

28/06/2021 14h41
Por: Edição Paula Andréas
Fonte: Folhapress
34

O jornalista e escritor Artur Xexéo, 69 anos, morreu na noite desse domingo, aos 69 anos, de parada cardiorrespiratória. Há duas semanas ele foi diagnosticado com o câncer linfoma não-hodgkin e estava internado na Clínica São Vicente, na zona sul do Rio de Janeiro.

A causa da morte foi um linfoma, segundo o jornal O Globo, onde ele era colunista e exerceu, entre outras funções, a de editor do Segundo Caderno.

Sua carreira no jornalismo começou no Jornal do Brasil, em 1975, e incluiu passagens pelas revistas Veja e IstoÉ. Há duas décadas estava no jornal O Globo.

Xexéo construiu ainda uma carreira sólida como escritor e dramaturgo. Foi autor de biografias da apresentadora Hebe Camargo e da novelista Janete Clair, assim como da coletânea de crônicas "O Torcedor Acidental" e de "Liberdade de Expressão", em parceria com Carlos Heitor Cony e Herodoto Barbeiro.

No teatro, assinou musicais como "Xanadu" e "Cartola - O Mundo é um Moinho", a tradução do americano "Love Story" e peças como "A Garota do Biquíni Vermelho" e "Nós Sempre Teremos Paris".

Xexéo também era comentarista do canal GloboNews e participava tradicionalmente das transmissões do Oscar feitas na TV Globo.

O jornalista deixa o marido, Paulo Severo.

 

Fonte: Folhapress

Luzilândia - PI
Atualizado às 05h52
22°
Poucas nuvens Máxima: 34° - Mínima: 22°
22°

Sensação

9.2 km/h

Vento

81.5%

Umidade

Fonte: Climatempo
Ouvidoria da PML
Municípios
Anúncio
Últimas notícias
Kuriça Construções
Ortoface
Mais lidas
Fonoaudiologa Vivianne
Anúncio