Anuncio
Burocracia

Salão Paroquial é arrombado novamente. Bandido é preso e solto em seguida, entenda!

O salão paroquial teve portas e alguns objetos destruídos, mas pego em flagrante, o meliante não conseguiu levar nada.

06/07/2020 20h45Atualizado há 1 mês
Por: Edição Paula Andréas
Fonte: Da Redação
442

O Salão Paroquial, da Igreja Matriz de Santa Luzia em Luzilândia, foi novamente invadido na madrugada deste domingo (05), e teve portas e alguns objetos destruídos, mas pego em flagrante, o meliante não conseguiu levar nada. Após ser flagrado pelo pároco da cidade e por mais outras duas pessoas, o criminoso, que segundo as testemunhas estava com uma arma branca, fugiu do local, e foi pego em seguida pelo delegado, que estava de folga, mas atendeu a ocorrência, e por policiais militares. No entanto, para dá continuidade a prisão, as testemunhas teriam que ir até a delegacia regional, em Esperantina, para darem seus depoimentos e fazer o reconhecimento do acusado, como o pároco achou um absurdo a situação de ter que ir de madrugada a outra cidade para prestar a queixa, o suspeito foi solto.

“O delegado daqui, mesmo de folga atendeu, agiu. Mas não pode passar por cima do plantão. Não é um problema dele, é da Secretaria de Segurança. Ele insistiu pra eu ir à Esperantina, eu me recusei, não concordo com isso. E vou expor isso: no final de semana 16 das 17 cidades dessa região ficam desassistidas. É lamentável”, desabafou o Padre Ronaldo.

O Delegado Renato, da delegacia de Luzilândia, explica que isso acontece no Piauí e no Brasil inteiro, só se tem estrutura de central de flagrantes em cidades grandes, no Piauí só Teresina tem essa estrutura. Em cidades pequenas as pessoas vão até centros regionais. “Aqui são apenas 70 km, há lugares em que as pessoas vão muito mais longe. Durante a semana os policiais civis ficam de sobreaviso. Em qualquer local a gente faz. Mas durante o fim de semana, é estabelecido um plantão de revezamento para que os policiais tenham folgas”, explica.

O delegado lamenta ocorrido, segundo ele o acusado já cometeu latrocínio e estava com uma faca no momento do crime, mas como segue as normas, não poderia agir de outra forma.

O Crime

O padre Ronaldo conta que ele e mais duas pessoas que estavam no momento com o pároco ouviram um barulho e saíram da casa paroquial em direção ao salão, quando viram que o local estava aberto e as luzes acesas. Ao se aproximarem da porta, o meliante apagou as luzes e já saiu com uma faca na mão. “Tentamos impedir a fuga, mas ele correu, entramos em contato com o delegado e ligamos par a PM, que também atendeu rápido e já se comunicou com o delegado e prenderam o indivíduo”, conta.

O padre diz que ficou surpreso ao saber que teria que ir à Esperantina.  “O Delegado me explicou, mas eu não concordo com isso. Então, ele também explicou que em razão da minha recusa, eles não podiam mantê-lo preso”, disse.

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Luzilândia - PI
Atualizado às 06h09
24°
Poucas nuvens Máxima: 35° - Mínima: 24°
24°

Sensação

13.8 km/h

Vento

83%

Umidade

Fonte: Climatempo
Municípios
Maura Joias e Acessórios
Últimas notícias
Ortoface
Mais lidas
Kurica