Anuncio
Devido a pandemia

Prefeito de Teresina e secretários terão 15% de redução salarial

Proposta, de autoria do Executivo municipal, foi aprovada pelos vereadores da capital.

24/06/2020 10h46
Por: Edição Paula Andréas
Fonte: Portal O Dia
33
Projeto de redução de salários tramita na Câmara Municipal desde maio (Foto: Arquivo/ODIA)
Projeto de redução de salários tramita na Câmara Municipal desde maio (Foto: Arquivo/ODIA)

A Câmara Municipal de Teresina (CMT) aprovou por unanimidade, em sessão virtual na manhã desta quarta-feira (24), a redução de 15% no salário de gestores municipais, inclusive do prefeito Firmino Filho (PSDB) e o vice, Luiz Júnior (PSDB). A proposta foi encaminhada à Casa pelo poder Executivo.

Segundo a vereadora Graça Amorim (Progressistas),  líder do prefeito no legislativo municipal, a economia mensal será de R$ 100 mil. A ação se soma a outras medidas adotadas pela administração local para o controle das despesas públicas neste momento de em que a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) tem reduzido a arrecadação municipal



Mesmo favorável, o vereador Dr. Lázaro (Patriota) fez críticas ao que considera “midiático” e “politiqueiro”. “É um projeto que, apesar de a primeira vista parece ser bem intencionado, em termos de resolutividade no caso da pandemia acho que outras atitudes seriam bem mais louváveis”, avaliou.

A declaração de Dr. Lázaro foi prontamente rebatida por outros vereadores, como Samuel Silveira (PSDB). Para ele, a proposta reforça o empenho do poder público municipal com a austeridade. “Passa a mensagem a toda população que, independe de setor e escalão, há um compromisso da prefeitura em economizar”, disse.

Líder da oposição, o vereador Edilberto Borges, o Dudu (PT), também votou a favor da redução de salários do Executivo mesmo tendo algumas ressalvas ao texto, como o fato de não ser retroativo aos meses iniciais da pandemia. “Qualquer aceno, mesmo que seja midiático e politiqueiro, não vou deixar de votar favorável ao projeto”, argumentou.

Crítico ferrenho de Firmino Filho, Dudu votou à favor da redução salarial do prefeito e de sua equipe administrativa (Foto: Arquivo/ODIA)

redução de salários não atinge órgãos e entidades ligados à área da saúde e terá validade durante todo o estado de calamidade pública em decorrência da Covid-19, mas ainda precisa ser aprovada em segunda votação antes de ser encaminhada para a sanção de Firmino Filho. 

Quem será afetado?

Todos os secretários municipais

Secretário imediato do prefeito

Assistente jurídico do prefeito

Coordenador da Assistência Militar

Procurador Geral e Procurador Adjunto do Município

Presidente e diretores do  Instituto de Previdência do Município de Teresina (IPMT,)

Presidente da Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano (Eturb)

Superintende e diretores Municipal de Transportes e Trânsito (Strans)

Presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC)

Presidente da Fundação Wall Ferraz (FWF)

Presidente e diretores da Empresa Teresinense de Processamento de Dados (Prodater)

Superintendentes de Desenvolvimento Urbano (SDUs)

Superintendente de Desenvolvimento Rural (SDR)

Presidente e diretores da Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos de Teresina (Arsete)

Diretor do EMARI/PMT

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Luzilândia - PI
Atualizado às 17h37
32°
Poucas nuvens Máxima: 34° - Mínima: 23°
36°

Sensação

10.6 km/h

Vento

55.9%

Umidade

Fonte: Climatempo
Municípios
Maura Joias e Acessórios
Últimas notícias
Ortoface
Mais lidas
Kurica