Anuncio
Nova Eleição

Fetag realizará nova eleição no Sindicato dos Trabalhadores Rurais em Luzilândia

Após, pela terceira vez, a recontagem dos votos que terminou em empate em 710, a Federação estipulou uma data para a realização de uma nova eleição.

26/01/2020 15h54Atualizado há 4 semanas
Por: Edição Paula Andréas
Fonte: Paula Andréas/ Jornalista do Clica Luzilândia
2.127

Atualizada

Foi realizada na tarde desta sexta-feira (31) a recontagem de votos da eleição do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Luzilândia realizada no sábado (25). a recontagem foi pedida em processo Administrativo pela  chapa 1, que tem como candidata a presidenta Daniela Ramos. Após 11 horas realizando o procedimento de recontagem o resultado foi empate, 710 a 710. De acordo com o estatuto da instituição,  neste caso é  previsto a realização de uma nova eleição, que foi marcada para o dia 15 de fevereiro.

O representante da FETAG, Diassis Aguiar, que presidia a mesa apuradora na primeira eleição afirmou à reportagem do Clica que foi feita uma recontagem minuciosa na presença de representantes das duas chapas. Ele afirma que foi recontado e comparado lista de votação, cédulas e conferido a Ata que vem da mesa coletora de votos.  “Depois de fazer a contagem minuciosa com toda calma, tanto é que começamos às 14 da tarde e terminamos a 01h da manhã, com a presença dos representantes, foi constatado o empate, e segundo o estatuto da instituição fica previsto se isso ocorrer uma nova eleição para daqui a 15 dias”, disse.

Matéria em construção, aguarde mais informações

 

Matéria original

 

APURAÇÃO POLÊMICASTTR: Chapa de Cristóvão Rodrigues é eleita por um voto. Chapa adversária vai pedir recontagem dos votos

Muita polêmica marcou a apuração dos votos da eleição para a escolha da nova diretoria do Sindicato dos Trabalhadores (as) Rurais de Luzilândia (STTR), realizada neste sábado (25). Na apuração, a Chapa 01, encabeçada por Daniela Ramos, venceu em primeira contagem com sete votos de diferença, mas ao serem recontados os votos de cinco urnas, a Chapa 02, que tem o vereador Cristóvão como presidente venceu por um voto de diferença.

Em processo tranquilo, 1461 sócios foram às urnas para eleição com cédulas de papel, desse total, 37 votaram em branco e 05 votos foram nulos. O resultado da eleição sindical em Luzilândia foi registrado em Ata e foi reconhecida pela FETAG/PI (Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Piauí) a vitória de Cristóvão Rodrigues com 710 votos contra 709 votos da Chapa 1, que tinha Daniela Ramos como candidata a presidência, que diz que vai recorrer e pedir a recontagem dos votos.

O representante da FETAG, Diassis Aguiar, que presidia a mesa apuradora, confirma a vitória da Chapa 2, mas afirma que a chapa que perdeu tem o prazo de cinco dias, de acordo com estatuto e regimento interno, para recorrer do resultado. “Hoje eleita é a chapa 2, já foi registrado em Ata, mas há possibilidade da chapa 1 pedir que seja aberto um processo administrativo junto à comissão eleitoral, para analisar questões como essa de recontagens de votos, para além disso há também a possibilidade deles entrarem na justiça, o que a gente espera que não aconteça”, diz

Diassis Aguiar explicou que a polêmica aconteceu porque na contagem das cédulas o resultado favoreceu a chapa da candidata Daniela, que venceu pela diferença de sete votos. Porém, ao serem recontadas as cédulas, a pedido da chapa adversária, foram localizados nomes, principalmente de quem assina com o polegar, que não tinha sido localizado inicialmente e a Chapa 02 conseguiu reverter o placar, vencendo por um voto de diferença. “Foram recontados os votos de cinco urnas e nessa recontagem se conta as cédulas e as assinaturas, não houve isso de recontar votos 7 vezes, foi apenas uma vez a recontagem de votos de cinco urnas”, explicou.

Caso a Chapa 01 recorra junto à comissão eleitoral e seu pedido seja aceito, os votos serão recontados. Daniela quer que os votos de todas as 24 urnas sejam novamente avaliados. “A eleição não está decidida, não acabou o jogo, nós vamos recorrer pra recontar todas as urnas, que são 24, porque não tem condição de uma chapa ganhar por 7 votos de diferença e em recontagem perder por 1, é estranho e vamos recorrer sim”, afirma Daniela.

Veja Ata da eleição.

  • Fetag realizará nova eleição no Sindicato dos Trabalhadores Rurais em Luzilândia
  • Fetag realizará nova eleição no Sindicato dos Trabalhadores Rurais em Luzilândia
  • Fetag realizará nova eleição no Sindicato dos Trabalhadores Rurais em Luzilândia
  • Fetag realizará nova eleição no Sindicato dos Trabalhadores Rurais em Luzilândia
  • Fetag realizará nova eleição no Sindicato dos Trabalhadores Rurais em Luzilândia
  • Fetag realizará nova eleição no Sindicato dos Trabalhadores Rurais em Luzilândia
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.