Anuncio
Líder do PSL

Bolsonaro vai processar quem o chamou de 'vagabundo'

O líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO) disse, em áudio vazado de uma reunião interna da legenda, que vai

19/10/2019 08h24Atualizado há 1 mês
Por: Edição Paula Andréas
Fonte: Estadão Conteúdo
44

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) acionou a Advocacia-Geral da União (AGU) para processar o líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO). O deputado federal disse, em áudio vazado de uma reunião interna da legenda, que vai "implodir" o presidente Jair Bolsonaro. Na mesma gravação, Waldir chamou Bolsonaro de "vagabundo".

Ontem, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, o deputado repetiu a citação ao termo "vagabundo" e disse ainda que Bolsonaro estaria "comprando" deputados com "cargos e fundo partidário" para colocar o seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (SP), na liderança no partido.

Segundo uma fonte ouvida reservadamente, a AGU está avaliando as medidas cabíveis. Um dos pontos que devem ser considerados é a questão da imunidade parlamentar.

A reportagem apurou que o uso da AGU para o processo causou mal-estar entre integrantes da instituição. A avaliação é que a entidade não poderia defender algo pessoal do presidente, mas apenas atos oficiais do governo federal. 

Fonte: Estadão Conteúdo

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários