Anuncio
Educação

Aluno da rede pública de Luzilândia disputa semifinal da Olimpíada Nacional de Língua Portuguesa

Estudante da 5ª série, Kalleo Klark Buenos Aires Carneiro escreveu o poema 'Moro em uma cidade...” e vai disputar etapa regional, se passar, será finalista para a etapa nacional.

17/10/2019 10h17Atualizado há 1 mês
Por: Edição Paula Andréas
Fonte: Redação
3.193

 

O estudante luzilandense Kalleo Klark Buenos Aires Carneiro, de 10 anos, aluno do 5° ano da Unidade Escolar Tia Zuleide foi classificado para a semifinal da 6ª Olimpíada de Língua Portuguesa. O estudante concorre na categoria “Poema”, é dele um dos dois poemas escolhidos entre os 99 que disputaram a etapa estadual. Se passar, o luzilandense será finalista da etapa nacional, representando o Piauí.

Para chegar à semifinal do concurso, Kalleo Klark concorreu com os alunos da própria escola na etapa escolar, de outras escolas na etapa municipal e agora de outras cidades na etapa estadual, sendo selecionado como semifinalista da etapa regional. Os concorrentes tinham como proposta escrever uma poesia sobre o tema “O lugar onde vivo”. Ele criou então o poema "Moro em uma cidade..." exaltando as belezas de Luzilândia, seu cotidiano e costumes. (leia o poema na íntegra ao fim da matéria).

O estudante é filho da professora, já falecida, Lucirene Buenos Aires de Oliveira, e é um ótimo aluno, elogia  a professora Léia Prado, que o inscreveu e facilitou as oficinas realizadas em sala com os alunos que participaram do processo. “Um aluno ávido por leitura. Que apesar da pouca idade já tem um senso crítico bastante aguçado sobre o que ler. Além disso, é  compromissado, curioso e questionador. Todas essas qualidades se refletem nas excelentes notas que tira., afirma a professora.    

Ao todo, 443 produções de todas as categorias foram selecionadas para as semifinais (regionais) em todo o Brasil. Destes, serão escolhidos 135 finalistas e seus professores para a etapa nacional que acontece em São Paulo. Esses terão as despesas referentes a transporte, estadia e alimentação, necessárias para viabilizar suas participações, custeadas pela organização da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro. Ao final do Encontro Nacional serão anunciados os 20 (vinte) vencedores nacionais, considerando os primeiros quatro colocados em cada categoria.

A Olimpíada é uma iniciativa do Ministério da Educação e do Itaú Social, com coordenação técnica do CENPEC, a Olimpíada integra as ações desenvolvidas pelo Programa Escrevendo o Futuro.

 

Veja o Poema Classificado

Título: MORO EM UMA CIDADE... (Autor: Kalleo Klark Buenos Aires Carneiro)

Moro em uma cidade

Que até no nome tem luz

E é na época do Natal

Que a esse nome mais faz jus.

Cheia de luzes natalinas,

Luzilândia, como é chamada,

Parece uma constelação

De tão iluminada!

 

Moro em uma cidade

Com um rio muito importante.

Ele mata a sede e a fome

De todos os seus habitantes.

Sendo assim então,

Estou certo que não há

Lugar melhor no mundo

Pra sobreviver e morar.

 

Moro em uma cidade

Onde o braço do rio Parnaíba

Abraça peixes que todo ano

Vêm rio abaixo, rio arriba,

Encontrar com pescadores,

Com seu João e seu José,

Com Antônios e Franciscos,

na barragem do igarapé.

 

Moro em uma cidade

De um povo trabalhador,

Onde a profissão mais popular

É a de pescador.

Que ao lançar a rede,

Buscando o pão de cada dia

Faz movimentar também

A nossa economia.

 

Moro em uma cidade

Bonita por natureza.

São vários cartões-postais

Que mostram essa beleza:

Monumento do Pescador

E Igreja de Santa Luzia

Representam nossa cidade

Em belas fotografias.

 

Moro em uma cidade

Onde a paisagem se transforma.

Na estiagem, bancos de areia

No meio do rio ganham forma.

E na margem, o Porto das Pedras,

Antes coberto pela enchente,

Ressurge, como que dizendo:

"Eis-me aqui novamente".

 

Moro em uma cidade

Com um calçadão no mercado

Onde vendedores ambulantes

Armam barracas pra todo lado.

Principalmente às sextas-feiras,

Das bancas sai a mercadoria

Que abastece a geladeira

E a casa da dona Maria.

 

Moro em uma cidade

Que tem festa o ano inteiro:

Festejos de Santa Luzia,

De São Francisco, de São Pedro.

Fevereiro é carnaval,

Junho e julho, São João.

Março é aniversário

De sua emancipação.

 

Moro em uma cidade

Onde xote, baião e forró,

Tradicionalmente embalam

O vovô e a vovó.

No Centro dos Idosos,

O baile da melhor idade

Desatrofia as "juntas"

E ainda traz felicidade.

 

Moro em uma cidade

Cujo hino tem um refrão

Que é um verdadeiro

Canto de exaltação!

Encantado, canto a canção

Do lugar onde nasci:

"Luzilândia, berço amado...

 Rainha do Piauí".

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários