Anuncio
Foragido

Suspeito de matar universitária no CE troca tiros com guardas no PI

A universitária foi encontrada morta, despida e com ferimentos no rosto, na fazenda da família no Ceará.

21/06/2019 21h27
Por: Edição Paula Andréas
Fonte: Cidade verde
98

O suspeito de matar a universitária Danielle Oliveira, de 20 anos, trocou tiros com os policiais da Guarda Municipal de Crateús (CE) na localidade de Camará, em Buriti dos Montes (PI), na noite desta quinta-feira (20).  Ele conseguiu fugir. 

A universitária foi encontrada morta, despida e com ferimentos no rosto,  na fazenda da família no Ceará, na localidade de São Gonçalo, no município de Pedra Branca, no dia 25 de abril. 

O suspeito foi identificado como José Pereira da Costa, conhecido por "Zé do Valério". Na fuga, ele deixou cair uma sacola com vários pertences (panelas com restos de comida, garrafas de água e sandálias).  Ele era caseiro e trabalhava para a família da universitária, que desapareceu. 

Denúncias de que Zé do Valério estaria na localidade de Tucuns, em Crateús, divisa com Piauí, movimentaram as forças policiais. Após receber algumas informações sobre a sua suposta localização, equipes do Ceará, incluindo a do Corpo de Bombeiros, foram enviados ao Piauí para prendê-lo. 

O site O Povo divulgou que, "de acordo com uma fonte da Guarda Civil Municipal de Crateús, equipes do Batalhão de Divisas da Polícia Militar do Ceará e da Guarda Municipal identificaram o homem na divisa de Crateús com Buriti dos Montes, no Piauí".

"Os agentes de segurança deram voz de parada, o suspeito atirou em direção às forças policiais e fugiu. A polícia revidou os tiros. Nenhum policial ou guarda municipal foi ferido. O homem, que seria Zé do Valério, fugiu. Por isso que não há confirmação sobre a identidade dele. Alguns dos guardas municipais envolvidos na ação seriam autorizados a usar armas de fogo", divulgou o Site. 

Antes de chegar ao Piauí, o suspeito foi visto na zona rural de Pedra Branca, no Ceará. Nesta localidade, ele teria invadido uma casa e fez uma refeição no local, ameaçando os moradores. Ele fugiu com uma motocicleta roubada, recuperada posteriormente.



Um retrato falado foi confeccionado pela Pefoce (Foto: Divulgação/Pefoce)

Entenda o caso

A universitária Danielle de Oliveira Silva, de 20 anos, desapareceu da fazenda dos pais no dia 24 de abril deste ano. Familiares e amigos fizeram campanha para localizá-la. Um dia após o sumiço, a jovem foi encontrada morta, despida e com ferimentos no rosto, em uma fazenda vizinha a dos pais, na localidade de São Gonçalo, no Ceará.

Danielle era dona de uma pequena loja na Cidade e cursava faculdade de Administração. Familiares da vítima chegaram a oferecer dinheiro para quem denunciasse o paradeiro de "Zé do Valério". O valor chegou a R$ 10 mil.

A morte de Daniele chamou atenção pelas características de violência e crueldade, e gerou grande repercussão no Ceará. 

Denúncias: Delegacia de Pedra Branca / CE (88) 3515 1599 - Delegacia Regional de Tauá / CE (88) 98134 6884

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Dr. Saboia
Blogs e colunas
Portal da beleza acessórios
Últimas notícias
Natalia Financeira
Mais lidas
Ponto do Açaí
Kurica