Anuncio
Abuso de autoridade

OAB-PI denuncia delegado de Luzilândia por abuso de autoridade. Sindicato nega prisão

Apesar da denuncia ter sido feita no dia 16 de abril de 2019, apenas hoje a notícia teve repercussão após um vídeo ser amplamente compartilhado em redes sociais, onde o fato é comentando por um programa de TV.

09/05/2019 15h59Atualizado há 1 ano
Por: Edição Paula Andréas
1.054
Reportagem na TV anuncia prisão de delegado/ Foto: Divulgação
Reportagem na TV anuncia prisão de delegado/ Foto: Divulgação

 

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí (OAB-PI), oficializou denúncias contra o delegado de Luzilândia, Fábio Bhering, à Delegacia Geral por suposto abuso de autoridade. Apesar da primeira denuncia ter sido feita ainda em 2017, apenas hoje a notícia teve repercussão após um vídeo ser amplamente compartilhado em redes sociais, onde o fato é comentando por um programa de TV, com a manchete de que o delegado teria sido preso.

Em nota o Sindicato dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Piauí (SINDEPOL) nega a prisão e afirma que o delegado Fabio Bhering continua como titular da Delegacia de Luzilândia. (Veja nota à baixo)

 

De acordo com as acusações, são vários os casos de abuso de autoridade cometido pelo Delegado, um  deles teria sido contra o advogado Acelino Galvão Júnior, em outubro de 2017, quando esse foi algemado na delegacia por estar inconformado com a prisão de seu cliente.

 

Para o presidente da subseção de Barras, Carlos Augusto Júnior,  as atitudes do delegado Fábio são incompatíveis com o cargo ocupado por ele.  “A algema nem um delinquente, se não oferecer resistência à prisão, não pode ser algemado. Quem dirá um advogado que, tal qual o juiz e o promotor, é essencial à Justiça. Não pode ser algemado assim, pois perde a credibilidade, o respeito”, disse Carlos Augusto.

Para o presidente da subseção de Barras, o ato do delegado foi “arbitrário” e causou constrangimento. Segundo ele, Fábio persegue os advogados, não os trata com urbanidade e faz ameaças a esses profissionais. A OAB-PI pede o afastamento do delegado de suas funções.

O Clica Luzilândia constatou que o delegado Fábio Bhering não se encontra preso, como informou a matéria da TV. No entanto, tentamos conversar com  ele, e até o fechamento dessa matéria, não obtivemos retorno.

Atualizada às 19h47

Nota SINDEPOL

O Sindicato dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Piauí informa que o Delegado Fábio Bhering continua como titular da Delegacia de Luzilândia e que as informações divulgadas sobre a prisão dele são Fake News. A sociedade piauiense, em especial de Luzilândia, pode ficar tranquila que o Delegado Fabio continuará exercendo suas funções e prendendo os verdadeiros criminosos.

 Em relação a procedimento administrativos, o SINDEPOL informa que é dever da Corregedoria de Polícia apurar os fatos e lembra que, inclusive , o atual Corregedor de Polícia, Emir Maia, recentemente respondeu a procedimento administrativo por ABUSO DE AUTORIDADE no qual foi absolvido, e sabe que ninguém pode ser condenado sem o devido processo legal.

A direção

OAB-PI e Comissão das Prerrogativas oficializam denuncias contra delegado de Luzilândia.OAB-PI e Comissão das Prerrogativas oficializam denuncias contra delegado de Luzilândia./Foto: OAB

Com informações do Viagora/Editado

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Luzilândia - PI
Atualizado às 13h00
32°
Pancada de chuva Máxima: 33° - Mínima: 25°
34°

Sensação

11.6 km/h

Vento

49.9%

Umidade

Fonte: Climatempo
Municípios
Maura Joias e Acessórios
Últimas notícias
Ortoface
Mais lidas
Kurica