Anuncio
Contem Spoilers

Game of Thrones tem volta empolgante com reencontros decisivos

Com um ritmo mais ágil do que o esperado para uma estreia de temporada, a trama entregou um prato cheio para os fãs, mesclando bom humor, dragões e muita nostalgia.

15/04/2019 10h18
Por: Edição Paula Andréas
reprodução
reprodução

ATENÇÃO: O texto abaixo contém spoilers do primeiro episódio da oitava temporada de “Game of Thrones”. Não leia se não quiser saber o que acontece.

Após uma longa espera, “Game of Thrones” retornou na noite deste domingo em meio a grandes expectativas — e não decepcionou. A série épica da HBO iniciou sua despedida com um episódio cheio de encontros e reencontros decisivos que trouxeram o que ela sempre fez de melhor: intrigas palacianas e revelações impactantes.

 Com um ritmo mais ágil do que o esperado para uma estreia de temporada, a trama entregou um prato cheio para os fãs, mesclando bom humor, dragões e muita nostalgia. O episódio fez referências diretas ao primeiro de toda a série, exibido oito anos atrás, em 2011. Até a nudez gratuita, que havia perdido espaço na trama nos últimos anos, retornou para uma “participação especial”.

Duas governantes em conflito

Sem enrolação, a estreia começou logo com a chegada de Jon Snow (Kit Harington) e Daenerys (Emilia Clarke) a Winterfell, precipitando uma série de eventos que provaram que a política nos Sete Reinos é sempre complicada, mesmo que haja um exército de mortos-vivos batendo à porta.

Sansa (Sophie Turner), que ficou no comando do reino enquanto Jon ia buscar o apoio de Daenerys, logo se mostrou desconfortável com a chegada da nova rainha. E com certa razão, afinal os aliados nortenhos — incluindo a pequena Lady Lyanna (Bella Ramsey) — ficaram descontentes com a decisão de Jon em abdicar do título de Rei do Norte e se aliar à Mãe dos Dragões.

E, como a Lady de Winterfell expôs em um discurso no grande saguão do castelo, a chegada de Daenerys trouxe um problema mais prático: como, afinal, alimentar todos os soldados recém-chegados e dois dragões?

A resistência não passou despercebida por Denerys. “Se ela não puder me respeitar…”, avisou a rainha a Jon. Mais tarde, ele ainda ouviria um sermão de Sansa. “Você se ajoelhou a ela para salvar o Norte ou por amor?”, questionou. A tensão entre as duas, ao que tudo indica, só deve crescer nos próximos capítulos.

Jon descobre a verdade sobre sua origem

Os showrunners David Benioff e Dan Weiss trataram logo de começar a fechar aquele que foi um dos grandes mistérios da série, a real paternidade de Jon Snow. O mocinho finalmente descobriu aquilo que Bran (Isaac Hempstead-Wright), Sam (John Bradley) e o público já sabiam faz tempo: que ele é filho de Lyanna Stark com Rhaegar Targaryen e, portanto, legítimo herdeiro do Trono de Ferro.

A revelação foi feita por Sam, ainda abalado após encontrar Daenerys e descobrir que ela havia executado seu pai e seu irmão no campo de batalha. Nas criptas de Winterfell, ele perguntou se o amigo faria o mesmo e acabou entregando que ele é o verdadeiro rei dos Sete Reinos.

 

Em choque, Jon logo citou Ned Stark (Sean Bean): “Quer dizer que o meu pai, a pessoa mais honrada que já conheci, mentiu para mim?” Sam então explicou que Ned prometeu à Lyanna que iria protegê-lo, e não contou nada a ninguém para evitar que ele fosse morto por Robert Baratheon (Mark Addy). O falecido rei deu início a uma rebelião quando Lyanna, a quem amava, foi embora com Rhaegar.

 

“É traição”, disse Jon. “Você abriu mão da sua coroa para salvar seu povo. Ela faria o mesmo?”, rebateu Sam, vendo o amigo ficar sem reação. Daenerys, afinal, não parece muito disposta a abrir mão do Trono — e Jon ainda tem de lidar com o fato de que a mulher que ama é, na verdade, sua tia. Será que ele revelará o que sabe a ela?

 

Vale notar: O episódio havia acenado para o lado Targaryen de Jon alguns minutos antes, quando ele, pela primeira vez, montou em um dragão. Em uma sequência divertida, ele voou desajeitadamente em Rhaegal antes de ir para um lugar remoto, onde teve um encontro romântico com Daenerys.

 

Jaime chega a Winterfell

Ao fim do episódio, quem se juntou ao grande grupo do Norte foi Jaime Lannister (Nikolaj-Coster Waldau), que decidiu cumprir sua promessa de lutar contra os mortos, a contragosto da irmã Cersei (Lena Headey). Ao descer do seu cavalo, ele se deparou com Bran, em um momento que faz referência direta ao fim do primeiro episódio da primeira temporada da série, que terminou com o cavaleiro empurrando o garoto da janela.

 

A recepção de Jaime, certamente, não será das melhores. Não só ele não tem um bom histórico com os Starks, como ainda foi o responsável por matar o rei Aerys, o pai de Daenerys.

 

E os White Walkers?

Eles não deram as caras no episódio, mas deixaram um recado bem sinistro: mataram o pequeno Lord Umber, que havia ido buscar soldados em seu castelo, a Última Lareira. O garoto foi pendurado a uma parede, cercado por membros decepados dispostos em um círculo — mais uma referência ao episódio de estreia da série, em que três patrulheiros encontraram corpos de selvagens arranjados da mesma forma na neve.

O garoto foi encontrado por Tormund (Kristofer Hivju), Beric Dondarrion (Richard Dormer) e Edd (Ben Crompton), que iam em direção a Winterfell. Enquanto os três conversavam, o pequeno lorde gritou, em uma cena digna de filme de terror, e Beric o incendiou com sua espada flamejante.

Enquanto isso, em Porto Real…

Na capital, Cersei não se abalou ao saber que a Muralha havia caído. “Bom”, limitou-se a dizer, com um sorriso, ao ouvir a notícia. Depois, ela recebeu Euron (Pilou Asbaek), que havia retornado com os soldados da Companhia Dourada. O Greyjoy, seu único aliado, estava determinado a ir para a cama com ela — e conseguiu convencê-la. De olho no Trono de Ferro, ele quer ter um filho com a rainha, mas não sabe que ela já está grávida.

O ato mais significativo de Cersei veio, no entanto, em uma cena na qual ela não estava presente. Qiburn interrompeu uma sessão de Bronn (Jerome Flynn) com três prostitutas para levar um pedido especial da rainha: que ele mate os dois irmãos dela com uma besta, a mesma arma que Tyrion (Peter Dinklage) usou para matar o pai, Tywin (Charles Dance). O mercenário, que passou boa parte da série acompanhando os dois, ficou abalado, apesar da promessa de receber muito ouro depois.

Outros reencontros

Arya e Jon

Em uma cena de aquecer o coração, Arya e Jon se abraçaram com a mesma inocência que exibiam na primeira temporada, quando seguiram caminhos diferentes. Ele perguntou se ela já havia usado a espada Agulha, ao que ela disse: “Uma ou outra vez”. Modesta, não?

A caçula ainda aproveitou para elogiar a inteligência de Sansa e lembrar Jon que ele, também, é parte da família — um lembrete significativo antes da grande revelação feita a ele por Sam.

Sansa e Tyrion

Você pode já ter esquecido, mas os dois foram forçados a se casar durante a temporada de Sansa em Porto Real, embora nunca tenham consumado o matrimônio. Eles não se viam desde a morte do rei Joffrey (Jack Gleeson), quando ela escapou com a ajuda de Mindinho (Aidan Gillen). Tyrion acabou acusado de matar o garoto.

Na reunião, Sansa pediu desculpas por tê-lo deixado daquela forma, e Tyrion reconheceu a evolução dela: “Muitos a subestimaram. Quase todos estão mortos”. Ela então o criticou por acreditar nas promessas de ajuda de Cersei. “Achava que você era um dos homens mais inteligentes”, disse, ácida.

Arya, o Cão e Gendry

Arya acabou tendo mais dois reencontros no episódio: com o Cão de Caça (Rory McCann) e com o amigo Gendry (Joe Dempsie). O primeiro lembrou que ela o deixou para morrer, chamando-a de “vadiazinha cruel”. Com o outro, a reunião foi mais leve, com um bom humor que lembrou a interação de ambos no passado. Ao fim, ela fez um pedido especial a ele: uma lâmina. Para quê? Ainda vamos descobrir.

Theon e Yara

Theon (Alfie Allen) voltou para resgatar a irmã (Gemma Whelan), que ainda era refém do tio Euron. Enquanto os dois voltavam para casa, ele manifestou sua intenção de ir lutar ao lado dos Starks, e recebeu a aprovação de Yara.

 

Fonte: UOL

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Luzilândia - PI
Atualizado às 15h50
33°
Poucas nuvens Máxima: 33° - Mínima: 22°
33°

Sensação

5.7 km/h

Vento

39.1%

Umidade

Fonte: Climatempo
Anúncio
Dr. Saboia
Blogs e colunas
Portal da beleza acessórios
Luzilândia natural
Últimas notícias
Contabilidade Santa Clara
Mais lidas
Ponto do Açaí
Kurica