Anuncio
Eleições
Wellington Dias condena campanha de ódio e diz que fará "um novo mandato"
O governador ressaltou que fez uma campanha propositiva e de prestação de contas da gestão.
07/10/2018 19h04
Por: Edição Paula Andréas

O governador Wellington Dias (PT) condenou as manifestações de ódio durante a campanha eleitoral deste ano e garantiu que, se for eleito, fará um mandato diferente dos três últimos. 

O governador furou fila para votar no Colégio Monsenhor Raimundo Nonato Melo, no bairro Morada do Sol, e ouviu manifestações de eleitores pedindo melhorias para a escola.

Wellington também ouviu gritos de "corrupto" e "olha a porca" no local. O governador, candidato à reeleição, votou na seção 276, zona 98. 

"Há muito ódio disseminado e há um desejo de trabalho, que termina criando apartheid. O candidato eleito no Brasil precisa ter a capacidade de unir o país. O Fernando Haddad tem essa capacidade", afirmou Wellington Dias, que votou por volta das 9h30, acompanhado de sua vice, Regina Sousa, dos candidatos ao Senado Federal, Marcelo Castro (PMDB) e Ciro Nogueira (PP). 

O governador ressaltou que fez uma campanha propositiva e de prestação de contas da gestão. "Se o povo me permitir ter um novo mandato, ele não será igual, nem ao primeiro, nem ao segundo, nem ao terceiro, será um novo mandato, porque há um novo Piauí, com novos desafios e missões. Vamos cuidar da situação mais grave do estado, que é a Previdência Social". 

 

CidadeVerde/com

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários