Segunda, 17 de dezembro de 2018
86 99956-1389

04/04/2017 ás 01h53 - atualizada em 05/04/2017 ás 19h44

728

Edição Paula Andréas

Luzilândia / PI

Gestão “Pra Frente” alega erro de digitação sobre polêmica de combustível
De acordo com a assessoria jurídica a empresa que ganhou o processo de licitação tem um posto matriz localizado no município de Socorro do Piauí, mas que o posto filial vencedor da licitação fica localizado em Luzilândia.
Gestão “Pra Frente” alega erro de digitação sobre polêmica de combustível

Foi publicado no Diário dos Municípios, no último dia 29 de março, informações sobre um processo de licitação envolvendo a compra de combustíveis, derivados e outros produtos, com despesas  que chega  próximo a R$ 1 milhão de reais, de empresas contratadas no município de Socorro do Piauí, cidade no sul do estado, distante cerca de 640 quilômetros de Luzilândia. A denúncia foi publicada pelo Site Luzilândia. Net, que abertamente faz oposição a atual gestão.  Porem, de acordo com a assessoria jurídica da Prefeitura, o que houve foi um erro de digitação ao se colocar Socorro do Piauí, quando na verdade deveria ter sido colocado Luzilândia.



O advogado Acelino Junior, da assessoria jurídica da PML, em nota, justificou o ato como erro de digitação, visto que a empresa que ganhou o processo de licitação, de fato, tem um posto matriz localizado no município de Socorro do Piauí, mas que o posto vencedor da licitação, e nos conformes da Lei 8.666, é o de sua filial, localizado no Povoado Candeeiro ou na Curva do Candeeiro, com a razão social (Posto 2 Irmãos) que tem a frente o Sr. Wagner, conhecido como Wagner do Frango e o Sr. Neto.            



           



“Para todos os fins o que houve foi um erro de digitação ao se colocar (Socorro do Piauí) quando na verdade deveria ser (Luzilândia). Para as demais dúvidas as Assessoria Jurídica a de Comunicação e o Controlador Geral, bem como o Pregoerio se colocam à disposição para sanar qualquer dúvida. Em relação à matéria publicada o que podemos ver é uma informação disseminada de forma indevida e que não mereça qualquer respaldo,” afirma a nota.        





CNPJ da empresa vencedora da licitação para aquisição de combustível e com publicação no D.O.M. 



Perguntado sobre a responsabilidade do erro cometido na divulgação do Diário oficial dos municipios, o advogado Acelino Junior disse não ter essa informação, mas que o fato seria investigado para uma chamada de atenção.        



Da Redação do Clica Luzilândia


O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium