menu
Luzilândia Piauí | Whatsapp: 86 99956-1389
Editor Chefe
Luzilândia - PI
DENÚNCIA
POLÍCIA
POLÍCIA
DENÚNCIA
Postada em 21/03/2017 ás 12h15 - atualizada em 21/03/2017 ás 14h05
Polícia do PI lança aplicativo para receber denúncias de violência contra mulher
Aplicativo Salve Maria pode ser baixado gratuitamente pelas lojas de App. Lançamento aconteceu nesta segunda (20) no Palácio de Karnak.
Polícia do PI lança aplicativo para receber denúncias de violência contra mulher

Na manhã desta segunda-feira (20), foi lançado em Teresina o aplicativo Salve Maria, que vai dar às mulheres piauienses a possibilidade de denunciar anonimamente qualquer tipo de violência ou abuso por meio de seu smartphone. A solenidade aconteceu por volta das 11h no Palácio de Karnak e contou com a presença do governador Wellington Dias, da senadora Regina Sousa e do secretário de segurança Fábio Abreu, além de diversas delegadas e delegados.



O aplicativo está disponível gratuitamente para download na loja virtual da Play Store, que atende a plataforma Android e nos próximos dias ficará acessível para iOS.



Visando a segurança da mulher piauiense, uma parceria entre a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/PI) e a Agência de Tecnologia da Informação (ATI) resultou no desenvolvimento da ferramenta virtual que promete estreitar a relação entre a polícia e a população.



O aplicativo permite, em duas opções, a denúncia imediata ou detalhada de violência à mulher. A opção “Botão do pânico” informa a geolocalização da ocorrência em tempo real à polícia, que é acionada e se dirige ao local. Na outra opção, a denúncia pode ser feita através do preenchimento de um formulário e também é possível anexar fotos e vídeos.



egundo o deputado Fábio Abreu, secretário de segurança pública, diversos mapas do estado foram utilizados para contemplar as necessidades de localização e qualquer necessidade de atender de forma precisa as solicitações de ajuda por meio do aplicativo e com o decorrer do tempo a ferramenta receberá as atualizações necessárias pela equipe de tecnologia da ATI. “Este projeto vai atender a uma classe específica, as mulheres, mas baseado nele serão desenvolvidos outros meios de atender a população em geral”, informou o secretário Fabio Abreu ao G1.



Na solenidade, as delegadas Anamelka Cadena, do Núcleo de combate ao Feminicídio  e Vilma Alves, delegada da Mulher, avaliaram de forma positiva e exaltaram a iniciativa como um instrumento de prevenção. “Eu me sinto honrada e orgulhosa porque o estado está criando as políticas públicas em defesa das mulheres vítimas de violência doméstica e familiar”, falou a delegada Vilma Alves.



Sobre o aplicativo, a delegada Anamelka Cadena diz que a intenção é limitar o numero de feminicídios possibilizando que outras pessoas que testemunham regularmente os abusos também possam fazer uso do ‘Salve Maria’.



“Esperamos que a população receba a ferramenta da melhor forma possível. Já temos o 180 onde a Polícia coleta dados por telefone e registra as informações e agora, com o aplicativo, a própria pessoa pode fazer isso. Queremos conscientizar a população que neste combate à violência todos devem estar incluídos no mesmo propósito”, disse Anamelka.



A delegada Eugênia Villa, diretora de Gestão Interna do SSP contou que a Polícia vai ampliar a atenção aos pedidos recebidos por meio do aplicativo. "Ao receber a solicitação, o deslocamento para flagrante será feito pela Polícia Militar e as denúncias recebidas pelo formulário digital do Salve Maria será analisado pela polícia judiciária, que neste caso são as delegacias que vão emitir ordem de missão policial para que seja investigada aquela denúncia”, esclareceu a delegada.



A diretora também expôs que, a depender do caso, a atenção à vítima será a cargo das redes de atendimento, como a Secretaria de Assistência Social e Cidadania(Sasc).



Fonte: G1PI


leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Enquete
Qual sua opinião sobre a atitude da Administração de Pintar parte da estrutura do monumento ao pescador com a cor azul?

Concordo
6 votos - 60.0%

Discordo
4 votos - 40.0%

Não quero. Não sei opinar
nenhum voto - 0%

facebook
twitter
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium