Quarta, 24 de abril de 2019
86 99956-1389
Piauí

20/03/2019 ás 23h26

50

Edição Paula Andréas

Luzilândia / PI

Aluna é presa após agredir professora que não autorizou saída da escola no Piauí
Ela, então, foi até a coordenadoria, tentou convencer a coordenadora, mas não conseguiu. Estudante agrediu a professora e ameaçou matá-la.
Aluna é presa após agredir professora que não autorizou saída da escola no Piauí

Uma professora foi agredida e ameaçada de morte por uma aluna da escola municipal Levy Carvalho em José de Freitas, distante 56 km de Teresina. O caso foi registrado pela Polícia Militar na tarde de terça-feira (19/03) e o OitoMeia teve acesso ao boletim de ocorrência na delegacia.


A Secretária municipal de educação, Maria do Amparo Holanda, confirmou a agressão ao OitoMeia e disse que toma providências sobre o ocorrido.


AGRESSÃO APÓS NÃO SAIR DA ESCOLA


Segundo reportado ao 16° Batalhão da Polícia Militar, a aluna identificada pela iniciais V.R.O, de 18 anos, não queria assistir aula. Ela, então, teria ido até a coordenadoria para ir embora, mas não obteve autorização. Irritada, a estudante agrediu a coordenadora e ameaçou matá-la. Os funcionários conseguiram parar a jovem e acionaram uma viatura da Polícia Militar, que prendeu a estudante.


O portal Revista Opinião conversou com a vítima de iniciais N.A.F, 47 anos. Ela mostrou que perdeu mechas de cabelo e ficou com hematomas em várias partes do corpo.


PROBLEMAS ANTERIORES


A estudante foi apreendida no ano passado por envolvimento em um homicídio. Ela é suspeita de matar o próprio namorado após uma discussão.


SEMEC REPUDIA CASO E ACOMPANHA PROFESSORA


“É uma situação triste, inadmissível, que estamos acompanhando, enquanto retomamos a normalidade da escola”, destacou a secretária de educação Maria do Amparo ao OitoMeia. A gestora esteve na unidade escolar logo após o crime e acompanhou ambas até à delegacia.


“Eu estive lá e acompanho as duas nesse caso. A aluna ainda está presa porque respondia por outro crime e damos apoio à professora. Hoje vamos ter uma conversa com os alunos de lá e o secretário de segurança também estará presente. Nós repudiamos esse tipo de situação e vamos levar uma equipe de psicólogos para debater sobre violência nas escolas com eles”, destacou a secretária ao OitoMeia.


Se a garota será afastada ou não da escola, Maria do Amparo não pode confirmar. Isso porque ainda aguarda um parecer da Polícia Civil sobre a detenção da jovem. Enquanto isso, um segurança foi contratado para reforçar a vigilância na unidade municipal.



Professora e aluna foram encaminhadas à delegacia de José de Freitas (Foto: Revista Opinião)

Fonte: Oitomeia

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium