Segunda, 18 de fevereiro de 2019
86 99956-1389
Piauí

27/01/2019 ás 15h33

69

Edição Paula Andréas

Luzilândia / PI

Teresina tem ponto de doação para ajudar vítimas de tragédia em Brumadinho
Segundo Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, o número de mortos devido ao rompimento da barragem em Brumadinho subiu para 34.
Teresina tem ponto de doação para ajudar vítimas de tragédia em Brumadinho

Em todo o Brasil, a população tem se mobilizado para ajudar as vítimas do rompimento da barragem em Brumadinho, tragédia que aconteceu nesta sexta-feira (25), em Minas Gerais, e deixou cerca de 34 mortos e vários feridos e desaparecidos. A ação foi nomeada de SOS Brumadinho. Além de Teresina, Espírito Santo, Maranhão e o Pará também receberam pontos de arrecadação de donativos. 


Para ajudar as famílias e os trabalhadores afetados pelo grande caos ocasionado pelo rompimento da barragem, Teresina tem um ponto de arrecadação de donativos. Para os teresinenses que desejarem ajudar, as doações serão recebidas na Loja Mágica, localizada no terceiro andar do Shopping Rio Poty, zona Norte da capital. A ação foi promovida pelo grupo Sá Cavalcante.


Os principais itens a serem arrecadados é água mineral, alimentos não perecíveis e itens de higiene pessoal. Além disto, ração, roupas e calçados também estão sendo recebidos. As doações serão encaminhadas para Minas Gerais. O horário para deixar os donativos é o mesmo de funcionamento do shopping de 10h às 22h. 


Tragédia


Uma barragem da mineradora Vale se rompeu e ao menos outra transbordou nesta sexta-feira (25) em Brumadinho, cidade da Grande Belo Horizonte, liberando cerca de 13 milhões de m³ de rejeitos da produção de minério de ferro no rio Paraopeba, que passa pela região. Com isso, diversas famílias, moradores e trabalhadores foram afetados. 


O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais anunciou na tarde deste sábado (26) que o número de mortos devido ao rompimento da barragem subiu para 34. A tragédia em Brumadinho já superou o número de mortos do acidente com a barragem em Mariana, em 2015, que teve 19 vítimas fatais.


De acordo com as Forças Integradas de Segurança de Minas Gerais, há 166 funcionários da Vale e 130 funcionários terceirizados desaparecidos. Até o momento foram encontradas 176 pessoas com vida. Mais cedo, a Vale divulgou lista com mais de 400 desaparecidos.


Edição: ODia

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium