Segunda, 19 de novembro de 2018
86 99956-1389
Piauí

09/11/2018 ás 00h14

78

Edição Paula Andréas

Luzilândia / PI

Mulher encontrada morta às margens do rio Parnaíba é identificada
Lara Fernandes, 23 anos, foi achada morta na Zona Norte de Teresina. Seu corpo está sendo velado na casa da família, no bairro Dirceu, Zona Sudeste.
Mulher encontrada morta às margens do rio Parnaíba é identificada

A mulher encontrada morta às margens do rio Parnaíba nessa quarta-feira (7), no bairro Santa Maria da Codipi, Zona Norte foi identificada pelo Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa - DHPP. O nome da vítima é Lara Fernades, segundo familiares da vítima. O velório acontece nesta quinta-feira (8) na Zona Sudeste.





De acordo com um parente, que preferiu não se identificar, uma tatuagem da jovem ajudou na identificação. "Ela tinha uma tatuagem com o nome da própria filha, que foi o que indicou quem era", disse.






 

Velório de Lara Fernandes aconteceu na casa da família, na Zona Sudeste.  — Foto: Gilcilene Araújo/G1Velório de Lara Fernandes aconteceu na casa da família, na Zona Sudeste.  — Foto: Gilcilene Araújo/G1

Velório de Lara Fernandes aconteceu na casa da família, na Zona Sudeste. — Foto: Gilcilene Araújo/G1





Segundo ele, a mãe de Lara soube da morte da filha pela imprensa, já que a moça costumava passar dias fora de casa. "Ela às vezes passava dois ou três dias fora, então ninguém procurou nem foi até a polícia. Só soubemos quando encontraram o corpo", informou.




O clima no local do velório é de comoção e a mãe de Lara, assim como a irmã, não quiseram falar sobre a situação. "Uma moça muito jovem, perdeu a vida tão cedo, é algo muito triste para todos", disse um vizinho da família.




 



O Crime



 




De acordo com o tenente Gonçalves, do 13º BPM, a mulher foi encontrada por um barqueiro, por volta das 6h da manhã de quarta-feira (7). O barqueiro viu o corpo na água e o empurrou para a margem, e em seguida acionou a Polícia Militar



A perícia ainda não foi concluída, mas a jovem foi encontrada com uma grande lesão na testa. A equipe coordenada pela delegada Luana Alves está fazendo diligências para identificar um possível suspeito. Ainda não se sabe a causa do crime.




O clima nas redes sociais da jovem é de tristeza. Os amigos da vítima pedem que o suspeito seja encontrado logo e que pague pelo crime. Uma tatuagem no ombro ajudou na identificação.





Fonte:G1





O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium