Segunda, 19 de novembro de 2018
86 99956-1389
Brasil

07/11/2018 ás 18h08

51

Edição Paula Andréas

Luzilândia / PI

Bolsonaro anuncia extinção do Ministério do Trabalho
Presidente eleito afirmou que pasta será incorporada a 'algum ministério'. Ele deu declaração após participar de almoço com o presidente do Superior Tribunal de Justiça.
Bolsonaro anuncia extinção do Ministério do Trabalho

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), afirmou nesta quarta-feira (7) que o Ministério do Trabalho será extinto e incorporado a outra pasta. O anúncio foi feito em rápida entrevista, em Brasília, após almoço com o presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), ministro João Otávio de Noronha, na sede do tribunal. Bolsonaro disse qual pasta irá incorporar as atribuições do Ministério do Trabalho.


"O Ministério do Trabalho vai ser incorporado a algum ministério", disse o presidente eleito, sem entrar em detalhes.


Na entrevista, o presidente eleito disse que o futuro ministro das Relações Exteriores será um diplomata de carreira, e que não está prevista a permanência de Ivan Monteiro na presidência da Petrobras a partir de janeiro.


Sigilo BNDES

Jair Bolsonaro também afirmou que em sua primeira semana de governo abrirá os sigilos do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social). “Da minha parte, vamos abrir todos os sigilos do BNDES, sem exceção. É o dinheiro do povo e nós temos que saber onde está sendo usado.Na primeira semana já é possível, até para dar matéria para vocês se preocuparem com outra coisa a não com o presidente”, brincou.


Além da Petrobras, o BNDES também esteve no alvo das investigações da Polícia Federal. Em agosto deste ano, a PF indiciou os ex-ministros da Fazenda Guido Mantega e Antonio Palocci, o empresário Joesley Batista, da JBS, e o ex-presidente da instituição Luciano Coutinho por supostas operações ilícitas na instituição financeira. Este inquérito apontou que houve o oferecimento de propinas para viabilizar a compra de ações e a liberação de financiamentos às empresas da J&F, holding que controla a JBS.


*Com Reuters e Agência Estado

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium