Quarta, 24 de outubro de 2018
86 99956-1389
Luzilândia

01/08/2018 ás 08h59 - atualizada em 01/08/2018 ás 09h25

853

Edição Paula Andréas

Luzilândia / PI

Luzilândia: Corpo do jovem que morreu no Parnaíba é encontrado no mesmo local do afogamento
O corpo de Welton Alves apareceu 12 dias depois do afogamento boiando no mesmo local do acidente.
Luzilândia: Corpo do jovem que morreu no Parnaíba é encontrado no mesmo local do afogamento
Foto montagem: Clica Luzilândia

Na manhã desta quarta-feira (01 de agosto) um corpo em avançado estado de decomposição apareceu boiando próximo da ponte Alberto Nogueira, que liga os Estados do Piauí ao Maranhão, em Luzilândia, mesmo local em que o jovem Welton Alves Ferreira, 23 anos, se afagou no ultimo dia 19 de julho. A família reconheceu o corpo como do jovem devido a bermuda usada no dia do afogamento.


A irmã de Welton Alves, Daniele Fernandes, que fez um apelo aos bombeiros, através de uma matéria publicada no Clica Luzilândia, pedindo o uso de mergulhadores, disse que não há dúvida sobre a identidade do corpo, “Minha mãe já reconheceu, mesmo estando no estado que tá. Ele ainda estava com a mesma bermuda do dia do afogamento”.


Veja matéria realacionada: “Só queremos enterrar meu irmão” diz irmã de jovem que morreu afogado em Luzilândia


O jovem Welton Alves, que morava no Rio de janeiro e há um ano vivia em Luzilândia na casa de parentes, se afogou na tarde de uma quinta-feira, quando foi com amigos tomar banho no Parnaíba. Ao pular da ponte, o jovem não emergiu mais. A família desde então enfrentava a angústia e expectativa  de encontrar o corpo, e reclamava da falta de comprometimento do Corpo de Bombeiros nas buscas, por não terem usado mergulhadores. “Eles só mandaram mergulhadores, seis dias depois do ocorrido, quando foi publicado a primeira matéria”, conta Daniele Fernandes, irmã de Welton.


Agentes do Corpo de Bombeiros, ao serem questionandos sobre o uso de mergulhadores,  disseram que dependendo do lugar o uso de mergulhadores é inútil porque o corpo desce com a correnteza. 


Agora a família providencia o enterro do corpo de Welton, a irmã se diz aliviada, apesar da dor, e agradece a todas as pessoas que se comoveram com o caso e se juntaram à família em orações.


Jornalista Paula Andreas/  Redação do Clica Luzilândia

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium