Sábado, 21 de julho de 2018
86 99956-1389
Internacional

08/07/2018 ás 13h05 - atualizada em 08/07/2018 ás 13h26

73

Redação

Luzilândia / PI

Meninos presos na caverna da Tailândia começam a serem resgatados
Drama dos garotos e de seu técnico começou em 23 de junho. Veja a cronologia dos fatos!
Meninos presos na caverna da Tailândia começam a serem resgatados
Meninos e técnico que se perderam em caverna na Tailândia, em imagem de arquivo (Foto: Reprodução G1/ Thai PBS)

Quatro meninos já foram retirados neste domingo (8) da caverna no norte da Tailândia, onde estavam presos há 15 dias, de acordo com o coordenador do resgate. Eles foram levados para o hospital da província de Chiang Rai. Os garotos estão em "perfeitas condições", segundo a BBC.





Mais cedo, a agência de notícias Reuters afirmou que seis meninos tinham sido retirados da cavidade subterrânea, atribuindo a informação a um integrante sênior da equipe de resgate médico. A informação foi corrigida pela agência às 11h27.




O governador e o coordenador da célula de crise, Narongsak Osottanakorn, informou que as equipes vão repor o estoque de oxigênio da caverna e que precisam de pelo menos 10 horas para se preparar para a próxima operação. Segundo a CNN, essa pausa não será superior a 20 horas.




O início do resgate do grupo - composto de 12 garotos, de 11 a 16 anos, e do técnico, de 25 anos- foi anunciado na manhã deste domingo (no horário local). O primeiro menino a deixar a caverna saiu às 17h40 (no horário local). Os nomes dos resgatados não foram confirmados oficialmente.




Após chegar à superfície, os meninos foram para um hospital improvisado, montado perto da caverna, onde passam pelos primeiros exames físicos.




Osottanakorn afirmou que 90 mergulhadores - 50 estrangeiros e 40 tailandeses - participam da operação. Mais cedo, o governo havia afirmado que 18 mergulhadores, sendo 13 especialistas internacionais e cinco tailandeses experientes, conduziriam o grupo pelos trechos inundados da caverna Tham Luang, que está complemente no escuro.




A estimativa inicial é de que toda a operação, considerada complexa e perigosa, pode durar até 4 dias.




Veja a história!


A história dos 12 meninos e seu técnico de futebol, que ficaram nove dias desaparecidos numa caverna na Tailândia, virou um drama que está sendo acompanhado em todo o mundo. Um resgatista morreu ao tentar ajudá-los. No domingo (8), a autoridades isolaram a área e mergulhadores começaram uma operação de resgate do grupo.


Veja como vem se desenvolvendo a operação de busca e salvamento:




Sábado, 23 de junho



 







 

Meninos e técnico que se perderam em caverna na Tailândia, em imagem de arquivo  (Foto: Reprodução G1/ Thai PBS)Meninos e técnico que se perderam em caverna na Tailândia, em imagem de arquivo  (Foto: Reprodução G1/ Thai PBS)



Meninos e técnico que se perderam em caverna na Tailândia, em imagem de arquivo (Foto: Reprodução G1/ Thai PBS)



Os meninos, com idades entre 11 e 16 anos, e seu treinador de 25 anos, Ekkapol Chantawong, vão para a caverna Tham Luang Nang Non, no norte da Tailândia, depois do treino de futebol. Eles são dados como desaparecidos por uma mãe depois que seu filho não voltou para casa naquela noite.




As autoridades locais começaram a procurar os meninos depois que se começa a desconfiar que eles ficaram presos por fortes chuvas que os isolaram da entrada principal. Suas bicicletas são encontradas amarradas a uma cerca, e chuteiras pertencentes às crianças são achadas perto da entrada.




 Domingo, 24 de junho


 







 

Foto divulgada pelo Departamento de Parques Nacionais da Tailândia mostra socorrista procurando por entrada alternativa em caverna em que jovens e treinador estão presos em Mae Sai, na Tailândia (Foto: Thailand Department of National Parks and Wildlife via AP)Foto divulgada pelo Departamento de Parques Nacionais da Tailândia mostra socorrista procurando por entrada alternativa em caverna em que jovens e treinador estão presos em Mae Sai, na Tailândia (Foto: Thailand Department of National Parks and Wildlife via AP)



Foto divulgada pelo Departamento de Parques Nacionais da Tailândia mostra socorrista procurando por entrada alternativa em caverna em que jovens e treinador estão presos em Mae Sai, na Tailândia (Foto: Thailand Department of National Parks and Wildlife via AP)





 


Funcionários do parque e da polícia começam uma grande operação de busca enquanto segue chovendo na região. Marcas de mãos e pegadas dos garotos são encontradas e começa-se a desconfiar de que provavelmente o grupo foi entrando mais e mais na caverna ao ser forçado pela enchente na entrada. Parentes iniciam uma vigília fora da caverna, aguardando notícias desesperadamente.




 Segunda-feira, 25 de junho


 Mergulhadores da Marinha tailandesa procuram pelos garotos na caverna carregando tanques de oxigênio e comida. Santuários improvisados são montados para os pais orarem e fazerem oferendas.




As chuvas fortes continuam, provocando o temor de que as águas da inundação dentro da caverna possam se elevar. Acredita-se que os meninos teriam recuado ainda mais para dentro da caverna, para um bolsão de ar elevado chamada Praia de Pattaya.




 Terça-feira 26 de junho


 Os mergulhadores chegam a um entroncamento a vários quilômetros dentro da caverna, mas são forçados a voltar pelas inundações que entopem uma fenda estreita perto da praia de Pattaya. O líder da junta da Tailândia, Prayuth Chan ocha, pede que o país apoie o resgate.




 Quarta, 27 de junho


 Uma equipe de 30 militares americanos do Comando do Pacífico dos EUA, incluindo especialistas em socorros e socorristas, chega ao local à noite. Eles se juntam a três especialistas em mergulho britânicos que entram na caverna, mas rapidamente se retiram devido a fortes inundações. As chuvas contínuas aumentam os níveis de inundação, e as autoridades dizem que as condições são ‘difíceis’.




 Quinta, 28 de junho


 A busca é temporariamente interrompida por causa das inundações dentro da caverna, pois as chuvas não diminuem. Bombas de água são trazidas para drenar as enchentes, que são tão turvas que são comparadas a nadar em café frio.




Especialistas americanos começam a trabalhar em torno da base, enquanto os três mergulhadores britânicos e outros percorrem a montanha em busca de entradas alternativas para a caverna. Drones são enviados para ajudar a encontrar novas entradas para a caverna.



 





 

Foto distribuída pelo Centro de Operações de Resgate mostra socorristas na caverna na Tailândia onde 12 meninos e um adulto estão presos (Foto: AP Photo)Foto distribuída pelo Centro de Operações de Resgate mostra socorristas na caverna na Tailândia onde 12 meninos e um adulto estão presos (Foto: AP Photo)



 




Sexta, 29 de junho



 




Surge uma esperança quando equipes de resgate encontram uma possível abertura, mas não há garantia de que ele se conectará à rede principal de cavernas. Prayuth Chan Ocha visita o local, lidera uma meditação, brinca e cozinha com parentes, e pede que eles não desistam da esperança.




 



Sábado, 30 de junho



 




Uma pausa no mau tempo permite que os mergulhadores cheguem mais longe dentro da caverna, mas ainda a quilômetros de onde os garotos supostamente estariam. As equipes continuam a procurar aberturas alternativas por cima e as equipes de resgate realizam exercícios práticos para evacuar os meninos com segurança, se forem encontrados.



<div class="mc-column content-text active-extra-styles " style="box-sizing: inherit; margin-right: auto; margin-bottom: 30px; margin-left: auto; padding-top: 0px; padding-right: 1rem; padding-left: 1rem; font-style: inherit; font-variant: inherit; font-weight: inherit; font-stretch: inherit; font-size: inherit; line-height: 1.77

FONTE: G1

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium