Quarta, 26 de setembro de 2018
86 99956-1389
Luzilândia

18/06/2018 ás 01h31 - atualizada em 18/06/2018 ás 11h35

833

Edição Paula Andréas

Luzilândia / PI

Resultado da competição de ruas enfeitadas pra Copa divide opinião e causa polêmica em Luzilândia
Brasil empata na estreia da Copa, mas o concurso - Luzilândia na Copa “Pra frente Brasil” – realizado pela Prefeitura de Luzilândia é que causa polêmica e dividiu opiniões.
Resultado da competição de ruas enfeitadas pra Copa divide opinião e causa polêmica em Luzilândia
Rua Durvalino Couto, no Bairro Novo Oriente/ Foto: Ascom PML

O triste empate na estreia da seleção brasileira contra a Suíça na Copa do Mundo dividiu espaço nas redes sociais de luzilandenses no inicio da noite deste domingo (17) com as postagens de críticas e apoio ao resultado do concurso Luzilândia na Copa “Pra frente Brasil”, promovido pelas Secretarias municipais de Cultura e Esportes de Luzilândia. O resultado do concurso, que teve inscritas dez ruas, saiu na tarde deste domingo, e premiou o primeiro lugar com o valor de R$ 2.000,00 e o segundo com R$ 1.000,00.


Dentre os critérios analisados pelos jurados estavam a criatividade, originalidade, organização e animação, cada um deles valendo de 0 a 50, apenas o critério animação tinha a pontuação de 0 a 100. Todas as ruas inscritas foram visitadas no dia 14 de junho (quinta-feira) por ordem de inscrição, e foram julgados por quatro jurados. De acordo com o Secretario de Cultura, Jhon Lima, pessoas competentes, sem vínculos com as ruas inscritas e com experiência em áreas que envolviam os critérios da competição.


Rua Durvalino Couto, no Bairro Novo Oriente ( 1°lugar)


No entanto, após a divulgação do resultado várias críticas e debates começaram a questionar o segundo lugar. O primeiro, que ficou para a Rua Durvalino Couto, no Bairro Novo Oriente, parece que foi consenso entre jurados e poucas foram as críticas ao belíssimo trabalho desenvolvido pelos moradores, que conquistaram os jurados também pela animação. A segunda colocada na competição ficou para o Conjunto Conjunto Raimundo Marques, Q. G e H.


   Conjunto Raimundi Marques.  Q . G -H  (2° lugar)


 


As principais críticas vieram dos moradores da Rua São Francisco, no bairro Caixa D’agua, mas também de outras ruas que participaram da competição. Os competidores e simpatizantes questionam os critérios e a organização do concurso, e apontam “politicagem” na escolha do 2° lugar, que teria beneficiado a rua de uma pessoa ligada ao concurso. “Nós estávamos sim esperando pelo menos o segundo lugar, não dizendo que as outras não tavam bonitas, mas a animação, e a admiração de pessoas que nem moravam aqui, a gente acreditava, mas é ilusão né, porque em Luzilândia é a politicagem que manda”, lamentou uma das moradoras da Rua São Francisco.


  


Desde que foi divulgado a competição, os moradores da Rua São Francisco se juntaram para fazer a ornamentação e pintura dos desenhos no local. Foram dias de dedicação, e com um resultado belíssimo, vídeos e fotos foram postados em redes sociais, atraindo a admiração e a torcida de pessoas de outros bairros e até luzilandenses que moram em outros Estados. Por isso o resultado final, causou espanto e muitos protestos nas redes sociais.


   


Algumas postagens nas redes sociais e em grupos de discussão apontam também uma falha na divulgação antecipada do resultado final das ruas campeãs.



  (Rua São Francisco)


 O outro lado


A organização do evento diz lamentar a polêmica e não aceitação do resultado do concurso, que eles garantem ter ocorrido com transparência e seriedade, respeitando todos os critérios, que foram divulgados nos espaços de comunicação da Prefeitura de Luzilândia, e entregue a todos os responsáveis pelas ruas inscritas na competição.


Sobre o vazamento do resultado da competição, a organização afirma ser uma inverdade. Segundo ela, uma das pessoas da Secretaria de Cultura, que andou pelas ruas inscritas, fez um comentário, dando uma opinião pessoal sobre sua favorita ao prêmio, o que foi mal interpretado e divulgado como oficial, o que gerou os boatos, que segundo o Secretário de Cultura, Jonh Lima, não se confirmou. “Essa pessoa nem andava na comitiva que acompanhava os jurados, porque realmente eles não estavam sozinhos, a equipe de comunicação, cultura e outras pessoas da administração também andavam, para dá suporte, mas cada jurado olhou, analisou e avaliou da sua forma, o todo, sozinhos, eles nem conversaram entre si, e não sabiam quem eram os outros jurados, justamente para garantir que o resultado final não fosse divulgado, antes da hora”, explicou o Secretário de Cultura.


Segundo a organização do Concurso, o vereador da situação, que hoje ocupa uma das secretarias de governo do município, que mora na Rua que ficou em segundo lugar, apontado como possível favorecido com o resultado, não participou do concurso, nem da organização e nem na ornamentação. Segundo o secretário, o fato dele morar na rua, não poderia ser critério que desfavorecesse os demais moradores, seria injusto, visto que a competição era para qualquer e toda rua que quisesse participar. “Assim também como o funcionário apontado como da Secretaria de Cultura, mas que na verdade faz parte do centro de Produção do Município, e que também reside na rua, ele não participou do processo de elaboração e execução do concurso e nem da ornamentação do local”, explica.


Jhon Lima conta que após os resultados, as fichas com a pontuação dos critérios ficaram à disposição dos competidores, e alguns responsáveis por algumas ruas, olharam e comungaram da opinião dos jurados. Essas fichas, segundo ele, serão entregues para a comunicação da Administração municipal para serem divulgadas posteriormente.


““Todas as ruas estavam lindas, eu parabenizo a todos os moradores que se empenharam. Eu não era jurado, felizmente, porque eu sei que estaria em uma situação difícil, mas acompanhei todo o processo, visitei as ruas, e realmente foi uma escolha difícil. Parabenizo as duas ruas que ganharam, mas eu parabenizo também a terceira colocada, a Raimundo Martins, do Novo Oriente, uma das ruas que achei muito bonita pela contextualização e forma que foi organizada. A Rua São Francisco eu achei os desenhos impecáveis,  e sei que muita gente achou bonita, também, mas nem todo mundo era jurado, e esses visitaram e analisaram critérios, que existem justamente para analisar detalhes, porque são esses que definem, em competição como essa, os resultados”, finaliza o Secretário.


 Nota do Site Clica Luzilândia


Alguns nomes citados em comentários das redes sociais e ditos ao Site pelas fontes nessa matéria, não foram expostos em respeito aos direitos individuais de não exposição sem permissão de seus nomes e pelo clima de animosidade criado pela polêmica.  


Jornalista Paula Andreas/ClicaLuzilândia

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium