Sexta, 14 de dezembro de 2018
86 99956-1389
Esportes

08/06/2018 ás 08h56

164

Edição Paula Andréas

Luzilândia / PI

Flamengo vence clássico contra o Fluminense e abre vantagem na liderança
Os gols de Henrique Dourado e Felipe Vizeu levaram o clube da Gávea aos 23 pontos, com quatro vitórias consecutivas.
Flamengo vence clássico contra o Fluminense e abre vantagem na liderança

O Flamengo ampliou a vantagem na liderança no Campeonato Brasileiro. Nesta quinta-feira (7), o time rubro-negro bateu o arquirrival Fluminense por 2 a 0, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, e colocou cinco pontos à frente do Sport, o segundo colocado.


Os gols de Henrique Dourado e Felipe Vizeu levaram o clube da Gávea aos 23 pontos, com quatro vitórias consecutivas.


Na próxima rodada, o líder isolado terá pela frente o Paraná. A partida será realizada no Maracanã, domingo (10), às 19h. O Fluminense, por sua vez, completou três jogos sem vencer e perdeu contato com o topo da tabela. Em décimo lugar, com 14 pontos, o Tricolor visita o Atlético-MG, domingo, às 16h.


O clássico entre Flamengo e Fluminense tomou o posto de maior público do Brasileirão do duelo entre Flamengo e Internacional. Apesar do mando de campo tricolor, 59.987 pagantes (60 mil presentes) foram registrados, com maioria absoluta de rubro-negros nas arquibancadas do Mané Garrincha.


Os times entraram em campo desfalcados. Pelo lado do Rubro-negro, Diego (suspenso), além da dupla Réver e Juan (lesionados) foram as ausências.


No Tricolor, Pedro, Marcos Júnior e Ayrton Lucas ficaram de fora, da mesma forma que o lateral Léo. Maurício Barbieri optou por Marlos Moreno na vaga de Diego no Flamengo, enquanto Abel Braga reforçou o sistema defensivo no Fluminense.


O melhor em campo foi Vinicius Júnior. O atacante do Flamengo foi o dono do clássico. Aos 17 anos, ele deitou e rolou com dribles insinuantes e jogadas objetivas. Junto com Lucas Paquetá, o camisa 20 foi a principal arma do Rubro-negro.


Rodinei não teve a mesma sorte. O lateral rubro-negro teve uma atuação ruim. Errou cobranças de escanteio, passes simples, cruzamentos e ainda acertou uma cotovelada maldosa em um adversário. Uma noite para esquecer.


Se Marlos Moreno foi escalado para desafogar o Flamengo pelo lado direito, Vinicius Júnior foi o responsável por fazer isso pelo lado esquerdo. Aos 12min, ele passou como quis por João Carlos e cruzou. A bola passou pela área em excelente oportunidade para o Rubro-negro. Aos 13min, o camisa 20 chutou de fora da área. Sem jeito, o goleiro Júlio César salvou o Fluminense.


Abrir o placar parecia questão de tempo para o Flamengo, dono absoluto da partida. Aos 26min, Marlon se desligou e puxou Marlos Moreno na área. Pênalti assinalado pela arbitragem. Aos 28min, Henrique Dourado cobrou com a conhecida categoria e colocou a bola no fundo da rede. O Ceifador quebrou o incômodo jejum de nove jogos sem balançar as redes.


Aos 40min, o clima quente do clássico terminou mal. Em disputa de bola, Rodinei acertou de forma maldosa uma cotovelada em João Carlos. Houve sangramento. O atleta tricolor precisou de atendimento médico, mas o rubro-negro nem sequer foi punido pela arbitragem.


Enquanto o Fluminense jogava por uma bola, o Flamengo lutava para ampliar o placar. Aos 44min, Vinicius Júnior por muito pouco não fez o segundo gol rubro-negro. Coube ao goleiro Júlio César promover uma bela defesa e impedir que a bola parasse no fundo da rede.


Acuado pelo Flamengo, o Fluminense até mudou a postura no segundo tempo. O Tricolor avançou mais ao campo ofensivo. O time, no entanto, foi prejudicado, já que Pablo Dyego entrou no intervalo, mas sentiu uma lesão e precisou ser substituído por Robinho em poucos minutos. Antes dos 10min, o técnico Abel Braga já havia queimado as três alterações.


Tranquilo, apesar da postura mais contida, o Flamengo não teve dificuldades para fechar o placar e garantir a vitória. Felipe Vizeu entrou no lugar de Henrique Dourado e marcou aos 33min. Everton Ribeiro e Lucas Paquetá tabelaram até que a bola chegou ao atacante. Ele ainda driblou o goleiro Júlio César dentro da pequena área antes de estufar as redes. Uma noite de festa de um Flamengo cada vez mais líder do Brasileirão 2018.


FLUMINENSE
Júlio César; Renato Chaves (Pablo Dyego, Robinho), Gum, Luan Peres; Gilberto, Richard, Douglas, Jadson, Sornoza (Matheus Alessandro), Marlon; João Carlos. T.: Abel Braga

FLAMENGO
Diego Alves; Rodinei, Léo Duarte, Rhodolfo (Thuler), Renê; Cuéllar, Lucas Paquetá, Everton Ribeiro, Marlos Moreno (Jean Lucas), Vinicius Júnior; Henrique Dourado (Felipe Vizeu). T.: Maurício Barbieri

Estádio: Mané Garrincha, em Brasília (DF)
Juiz: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Renda: R$ 3.177.575
Público: 59.987 pagantes / 60.000 presentes
Cartões amarelos: Marlon, Gilberto e Matheus Alessandro (Fluminense); Lucas Paquetá e Renê (Flamengo)
Gols: Henrique Dourado, aos 28min do primeiro tempo, e Felipe Vizeu, aos 33min do segundo tempo

Fonte: Cidadeverde
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium