Segunda, 16 de julho de 2018
86 99956-1389
Luzilândia

09/04/2018 ás 14h46 - atualizada em 09/04/2018 ás 14h49

220

Redação

Luzilândia / PI

Ex-prefeita de Luzilândia é absolvida de crime pela Justiça Federal do Piauí
'Não é toda ilegalidade e/ou imoralidade que caracteriza ato de improbidade', diz juiz
Ex-prefeita de Luzilândia é absolvida de crime pela Justiça Federal do Piauí
Divulgação

A ex-prefeita tinha sido acusada pelo Ministério Público Federal de ter violado os princípios da legalidade e de publicidade ao deixar de aplicar percentual mínimo das receitas com o FUNDEB durante o exercício de 2013 como prefeita de Luzilândia. E de deixar de inserir e atualizar os dados referentes à educação junto ao SIOPE - Sistema de Informação sobre Orçamentos Públicos em Educação, relativos ao ano de 2014, pelo qual resultou no Inquérito Civil Público n° 1.24.000.000679/2014-41.

 

Na Ação de Improbidade Administrativa (Processo n° 17336-55.2015.4.01.4000), o juiz entendeu que "(...) não se podem confundir meras irregularídades administrativas com as graves faltas funcionais de improbidade, sujeitas às sanções da Lei n. 8.429/92. Todo ato ímprobo é um ato ilícito, irregular, mas nem todo ilícito ou irregularidade constitui ato de improbidade. Não há prova, no caso, de desonestidade por parte do requerido e sim desrespeito à formalidade".

 

Irregularidades formais, diz o juiz na sentença de absolvição de Ema Flora, sem demonstração de danos diretos (não presumidos) ao erário, não expressam atos de improbidade administrativa, que imprescindem da desonestidade, da má-fé por parte dos gestores da coisa pública. "(...) Não é toda ilegalidade e/ou imoralidade que caracteriza ato de improbidade".

 

No final da sentença, o juiz federal conclui: "Com tais considerações, tendo em vista a inexistência de conduta que configure ato de improbidade, REJEITO a petição inicial (Lei n. 8.429/92, art. 17, § 8°) e DECLARO extinto o processo (CPC, art. 269, l). (...) Após o trânsito em julgado, arquive-se com baixa na distribuição.

 


 

Fonte: JL/Ivo Júnior
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium