Sexta, 17 de agosto de 2018
86 99956-1389
Política

28/03/2018 ás 14h51 - atualizada em 28/03/2018 ás 15h00

175

Redação

Luzilândia / PI

Presidenciáveis lamentam ataque à caravana do ex-presidente Lula no Paraná
Dois ônibus da caravana foram atingidos por três tiros no trajeto entre Quedas do Iguaçu e Laranjeiras do Sul, no Paraná. Lula não estava em nenhum dos dois veículos.
Presidenciáveis lamentam ataque à caravana do ex-presidente Lula no Paraná

Pré-candidatos à Presidência da República nas eleições de outubro deste ano se manifestaram nesta quarta-feira (28) contra o ataque sofrido pela caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Paraná.




Na tarde de terça (27), dois ônibus da caravana foram atingidos por três tiros no trajeto entre as cidades de Quedas do Iguaçu e Laranjeiras do Sul, no Paraná. Ninguém ficou ferido.




Lula não estava em nenhum dos dois veículos. No momento do ataque, ele estava na Universidade Federal da Fronteira Sul (UFSS), em Laranjeiras do Sul.




As manifestações estão apresentadas em ordem alfabética.




 



Veja o que disseram os pré-candidatos:



 




Ciro Gomes (PDT), ex-governador do Ceará




"O ataque criminoso à caravana do ex-presidente Lula é absurdo e deve ser investigado com rigor. E repito a pergunta: quem matou Marielle?", disse Ciro Gomes no Twitter.










Ciro Gomes

?@cirogomes







 

O ataque criminoso à caravana do ex-presidente Lula é absurdo e deve ser investigado com rigor. E repito a pergunta: quem matou Marielle?













Cristovam Buarque (PPS), senador




"Democracia é feita por urnas, jamais por armas. Manifesto solidariedade e preocupação. Solidário com o líder e os companheiros que fazem política e são vítimas de ataque. E preocupação pq esse comportamento leva a mais violência que pode inviabilizar o processo eleitoral", disse o senador em discurso no plenário do Senado Federal. A declaração foi reproduzida no Twitter do senador.











Cristovam Buarque

?@Sen_Cristovam







 

Democracia é feita por urnas, jamais por armas. Manifesto solidariedade e preocupação. Solidário com o líder e os companheiros que fazem política e são vítimas de ataque. E preocupação pq esse comportamento leva a mais violência que pode inviabilizar o processo eleitoral.
















Geraldo Alckmin (PSDB), governador de São Paulo




"Toda forma de violência tem que ser condenada. É papel das autoridades apurar e punir os tiros contra a caravana do PT. E é papel de homens públicos pregar a paz e a união entre os brasileiros. O país está cansado de divisão e da convocação ao conflito", disse Alckmin no Twitter.




Em entrevista ao jornal "Folha de S.Paulo", na noite de terça-feira (27), Alckmin afirmou que os petistas estavam "colhendo o que plantaram". Ele também disse que o PT sempre tentou "dividir o Brasil, nós contra eles" e que, agora, segundo Alckmin, foram vítimas da polarização que incentivaram na política brasileira.










Geraldo Alckmin

?@geraldoalckmin







 

Toda forma de violência tem que ser condenada. É papel das autoridades apurar e punir os tiros contra a caravana do PT. E é papel de homens públicos pregar a paz e a união entre os brasileiros. O país está cansado de divisão e da convocação ao conflito.













Guilherme Boulos (PSOL)




"Gravíssimo! Ônibus da caravana de Lula foi atingido agora por um tiro! Os fascistas ultrapassaram qualquer liimite. Toda solidariedade a Lula contra as agressões. É um momento de unidade democrática e de resistência ativa. Com faciscmo não se brinca."











Guilherme Boulos

?@GuilhermeBoulos







 

Gravíssimo! Ônibus da caravana de Lula foi atingido agora por um tiro! Os fascistas ultrapassaram qualquer limite. Toda solidariedade a Lula contra as agressões. É momento de unidade democrática e de resistência ativa. Com fascismo não se brinca.










FONTE: G1

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium