Segunda, 16 de julho de 2018
86 99956-1389
Luzilândia

18/03/2018 ás 11h02 - atualizada em 25/03/2018 ás 23h52

288

Redação

Luzilândia / PI

Durante agenda em Fortaleza, prefeito Ronaldo Gomes trata da dívida do FGTS e adere ao programa Cartão Reforma
As dívida que se acumulou durante décadas, pois os valores descontados não eram repassados de forma que cumprisse a lei ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).
Durante agenda em Fortaleza, prefeito Ronaldo Gomes trata da dívida do FGTS e adere ao programa Cartão Reforma

O prefeito Ronaldo Gomes esteve na ultima quinta feira (01/03), na cidade de Fortaleza/CE, em reunião no prédio da Receita Federal onde tratou com o representante, Dr. Marcílio, do imenso débito da prefeitura de Luzilândia com relação ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Dívida que se acumulou durante décadas, pois os valores descontados não eram repassados de forma que cumprisse a lei ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Hoje, o assunto já encontra-se em São Paulo e é muito difícil pois a dívida era parcelada em 60 meses, o que,  de acordo com a necessidade financeira do município, passou para 100 meses, o que mesmo assim deixa o município ainda em uma situação inoperante, o que requer a busca de novos meios a serem aplicados para evitar os contínuos bloqueios por parte do órgão federal com o município.


O prefeito Ronaldo Gomes agora se empenha para tratar, da melhor maneira, de negociar o astronômico débito fruto da ingerência administrativa de outras gestões. O processo de levantamento do assunto e negociações já encontram-se em andamento para evitar futuros bloqueios do FPM como tem acontecido. O que tem colocado a municipalidade em situação difícil.


Na sexta feira (02/03), o prefeito Ronaldo Gomes reuniu-se com o Ministro das Cidades, Alexandre Baldy, que veio fazer, naquela ocasião, a implantação do Programa Cartão Reforma. Na reunião, o ministro pediu para que os gestores fizessem a adesão ao programa para as suas cidades. O prefeito prontamente decidiu pela adesão ao programa para que a população de Luzilândia venha a ter direito ao mesmo e realizar a reforma de suas casas, sendo que as características do programa verificam a renda familiar, o que haverá a necessidade de um processo de cadastramento.  O Governo de Luzilândia aguarda o Ministério das Cidades sobre esse assunto de grande importância à população carente do município. O programa destina até R$ 9.646,07 por cartão para cada família que se enquadra nos requisitos.



 


Assessoria de Comunicação

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium